Baixar Livro Manual de Práticas Laboratoriais: Hematologia e Hemoterapia - Camila Paoli  em ePub PDF Mobi ou Ler Online

Manual de Práticas Laboratoriais: Hematologia e Hemoterapia

Descrição

O presente manual resulta de uma extensa pesquisa sobre as práticas comumente adotadas nos laboratórios que tratam de hematologia e hemoterapia. Procurou-se dar atenção aos mais diversos aspectos com que se defrontam os profissionais da área, desde a coleta até a apresentação final dos resultados obtidos com cada exame. Para cada etapa dos processos, o trabalho aponta minuciosamente todo o material que deve ser utilizado, cada procedimento que deve ser adotado, os cuidados a serem tomados, a forma de obtenção dos resultados, tudo com vistas à consecução dos objetivos colimados no respectivo exame. Um ponto que merece destaque é a apresentação não apenas das normas técnicas que devem ser empregadas, mas adentra, ainda, nas razões pelas quais devem ser tomadas determinadas decisões, apontando para os benefícios da direção oferecida, mesmo nos mais simples procedimentos. Além do contexto de um simples manual, aqui apresentamos ainda, o embasamento teórico necessário ao entendimento sobre a relevância e a significação dos procedimentos a serem adotados, de modo a dar ao leitor a consciência das razões científicas que traspassam a metodologia a ser adotada. Esse manual não pretende ser exaustivo quanto a todos os procedimentos a serem realizados em um laboratório de hematologia, mas abrange as principais e as mais comuns das situações com que se deparam os profissionais de tais laboratórios. Assim é que se deu enfoque às formas de coleta e preparo das amostras de sangue, às contagens de eritrócitos, leucócitos, plaquetas, reticulócitos, assim como a determinação do hematócrito e a pesquisa de drepanócitos. Tratou-se, ainda, das metodologias de aferição da velocidade de hemossedimentação, bem como tipagem sanguínea, teste do D fraco e as provas de antiglobulina humana. Uma sessão especial foi dedicada à ao estudo da homeostasia e a suas formas de equilíbrio, enfocando sobre os métodos a serem adotados com vistas a verificar a capacidade de coagulação nas situações em que deva ocorrer, ou a ocorrência de coagulação patológica ou fisiológica, como a formação de trombos. Nesse sentido, foram abordados os procedimentos destinados a verificação de tempo de sangramento, de fragilidade capilar, de tempo de coagulação, de tempo de retração do coágulo, de tempo de protrombina e de tempo de tromboplastina parcial ativada.